Sexo durante a gravidez

Sexo durante a gravidez


Muitas mulheres têm medo de que a relação sexual seja desfavorável durante o período de gravidez. Existem alterações no organismo da mulher, durante o período de gestação, e também a liberação de hormônios que contribuem para a redução do desejo sexual na maioria das mulheres. Por isso, é fundamental que a gestante converse com seu médico durante as consultas de pré-natal, afim de esclarecer todas as dúvidas.
Existem circunstâncias durante a gestação em que há contraindicação médica para a prática de relações sexuais, como trabalho de parto prematuro, placenta baixa, entre outros. Assim, as contraindicações são mais clínicas e estão relacionadas a alguma situação de risco da gravidez; não existem contraindicações relativas ao tempo de gravidez.
Inicialmente, não têm motivos para se proibir a relação sexual em uma gestação saudável.
Durante período do pós-parto, a mulher precisa se preparar fisicamente e emocionalmente para voltar sua vida sexual. A prolactina, que é o hormônio que passa a ocupar muito espaço no corpo da mulher, por consequência da amamentação, podendo diminuir a libido. Além disso, a ausência do estrogênio, que diminui nesse período, faz a vagina ficar menos lubrificada, fator que pode gerar dor ou ardência durante a penetração.
É um período que exige muita paciência, tanto da mulher como de seu companheiro,o diálogo é essencial.
É extremamente importante a mulher conversar com o seu médico no período de pré- parto, para poder se preparar, já que pode ser um tempo mais, ou menos difícil, variando de pessoa para pessoa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat