Saiba como uma má alimentação afeta sua qualidade de vida

Sabemos que uma má alimentação pode afetar e muito a nossa saúde. O que poucos sabem infelizmente,  é que este hábito de se alimentar mal já vem de uma cultura que é passada de geração para geração. O Uso de gorduras trans e açúcares para o preparo dos alimentos são os principais erros que levam ao ganho de peso e dificulta o processo de emagrecimento, pois possuem alto índice de carga glicêmica, que são ingeridos rapidamente absorvidos e caem na corrente sanguínea elevando uma taxa de glicose presente no sangue.

A seguir veja alguns alimentos e bebidas que podem causar um sério risco a saúde se consumidos constantemente:

Refeições prontas e congeladas como: lasanha e pizza são alimentos ricos em gordura saturada e fazer subir os níveis do colesterol ruim (LDL), sem falar do risco de doenças cardiovasculares e da pressão arterial, por conta da quantidade exagerada de sódio encontrados nesses alimentos.

Alimentos embutidos como: Salsicha, linguiça, mortadela, presunto, salame, entram na lista de alimentos que contém excesso de sódio. Esses alimentos além de prejudicar a saúde com doenças já citadas, podem causar alergias e problemas estomacais e algumas substâncias potencialmente cancerígenas.

As frituras  devem ser evitadas, devido às alterações químicas que ocorrem no óleo, principalmente quando utilizado várias vezes para fritar os alimentos.

O famoso pão com manteiga no café da manhã, pode parecer inofensivo, mas não é, pois possuem quantidade de gorduras trans, que pode provocar um acúmulo de gordura na região abdominal.

Os refrigerantes são os principais responsáveis pelo ganho excessivo de peso e obesidade, pelo fato de conter grande quantidade de excesso de açúcares.

Meninas, isso não quer dizer que vocês não possam comer esses tipos de alimentos, mas é importante ficar atentas para o excesso de vezes que são consumidos na rotina. O ideal é evitar o excesso de açúcares e gorduras trans para manter uma vida mais saudável.

Por que consumir óleo de coco?

Encontrado facilmente em lojas de produtos naturais e farmácias, o óleo de coco é uma gordura saturada, mas de origem vegetal, 100% natural. Veja a seguir 3 motivos para incluir o óleo em sua dieta:


 Controla a compulsão por carboidratos: o óleo de coco ajuda a manter níveis estáveis de glicose no sangue e não estimula a liberação de insulina, o que diminui a compulsão por carboidratos. Ao contrário de outros óleos poli-insaturados, que dificultam a entrada de insulina das células, o óleo de coco favorece essa entrada e, por isso, a taxa de açúcar no sangue tende a ficar normalizada;

 Acelera o metabolismo: se consumido diariamente, o óleo de coco aumenta o gasto energético do organismo, pois ele estimula o funcionamento da glândula tireoide, que está diretamente ligada ao nosso metabolismo, o que aumenta a queima de calorias;

 Reduz o colesterol: o bom funcionamento da tireoide garante a redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e a elevação do colesterol HDL (colesterol bom). Com a normalização da taxa de colesterol sanguíneo há diminuição do risco de doenças cardiovasculares.
Para saber como incluir o óleo de coco em sua dieta, consulte um especialista. A Clinica Ellas possui profissionais dedicados que podem te ajudar nessa tarefa.