Como escolher o melhor método contraceptivo?

Saiba como funciona cada método.

Os métodos contraceptivos são a melhor forma de prevenção para mulheres que não desejam engravidar. Conheça cada um dos métodos hormonais e não hormonais citados abaixo:

Métodos Hormonais

  • Adesivo:

O que é: É um adesivo fino, que deve ser aplicado sobre a pele, que contém dois tipos de hormônios, o estrogênio e progestogênio.

Eficácia: 91%, se usado corretamente

Duração: Substituir toda semana

 

  • Anel Vaginal

O que é: É um método contraceptivo em formato de anel de silicone que deve ser inserido na vagina, de forma a impedir a ovulação e a gestação através da liberação gradual de hormônios.

Eficácia: 99,7%, se usado corretamente.

Duração: O anel deve ser trocado a cada 3 semanas seguidas, após esse tempo deve ser retirado. E fazer uma pausa de 1 semana, antes de colocar o anel novamente.

 

  • Injeção

O que é: É um anticoncepcional injetável aplicado no músculo (da nádega ou no braço) que pode ser administrada mensalmente ou trimensalmente.

Eficácia: 97%
Duração: 3 meses

 

  • Pílula anticoncepcional

O que é: A pílula anticoncepcional deve ser utilizada pela via oral. As pílulas anticoncepcionais são divididas em duas categorias: as combinadas que contém os hormônios estrogênio e progestogênio, e das isoladas, que contém apenas progestogênio.

Eficácia: 97%, se usada corretamente

Duração: Tomar diariamente

 

  • Pílula do do dia seguinte

O que é: É um método anticoncepcional de emergência utilizado para evitar uma gravidez indesejada, após a relação sexual desprotegida.

Eficácia: Deve ser usado no período de até 72 horas, após a relação sexual.

Duração: Tomar a pílula de dose única

Métodos não hormonais

  • Preservativo feminino

O que é:  O preservativo feminino deve ser inserido na vagina antes do ato sexual. O uso de preservativos é o método mais seguro para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), e de uma gravidez indesejável.

Eficácia: 98%, se usado corretamente

Duração: Utilizar a cada ato sexual

  • Preservativo masculino

O que é: O preservativo masculino mais conhecido como ‘’capa’’ protetora, deve ser usado no pênis do parceiro. O preservativo impede contato direto entre o pênis e vagina que consequentemente evitando doenças sexualmente transmissíveis  (DSTs).

Eficácia: 85%, Se usado corretamente

Duração: Utilizar a cada ato sexual.

 

  • Diafragma

O que é: O diafragma é um método contraceptivo que tem a forma de um anel flexível envolvido por uma fina camada de borracha que impede a entrada dos espermatozoides no útero, evitando consequentemente uma gravidez indesejável.

Eficácia: 94%, se usado corretamente

Duração: Deve ser trocado a cada ato sexual

 

  • Diu de cobre

O que é: O DIU de cobre é um método contraceptivo para a prevenção de gravidez que é colocado dentro do útero da mulher. Na prática, é mais eficaz que os anticoncepcionais orais.

Eficácia: 94,4% se usado corretamente.

Duração: 5 anos

 

  • Espermicida

O que é:  É uma substância química que mata os espermatozóides. Deve ser introduzido profundamente na vagina perto do colo do útero, antes do ato sexual.

Eficácia: 71%, se usado corretamente

Duração: Aplicar em cada ato sexual

 

  • Laqueadura

O que é: O procedimento deve ser realizado por uma equipe médica, no ambiente hospitalar. Esse procedimento é indicado para mulheres que já são mães e não querem ter mais filhos.

Eficácia: 95%

Duração: Efeito permanente

Vale lembrar que cada mulher é única e o eu anticoncepcional também, por isso não deixe de conversar com seu médico Ginecologista para juntos escolherem o melhor método.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *