A Influência do Método Pilates no Fortalecimento do Assoalho

Os músculos do assoalho pélvico (AP) têm importantes funções, contraem-se para manter a continência urinaria e fecal, evitam o deslocamento dos órgãos pélvicos, participam da responsividade sexual feminina normal, e são extremamente distendidos para permitir o parto. Um assoalho pélvico com função deficiente ou inadequada é um fator etiológico para o aparecimento de diferentes patologias. O objetivo deste estudo foi verificar se o método Pilates tem influência no fortalecimento do AP. Para isso foram comparados o grau de força muscular, mensurado com o aparelho de biofeedback Perina, de três grupos. Cada grupo foi composto por quatro mulheres, sendo o grupo I de mulheres que praticam Pilates, o grupo II de mulheres sedentárias e grupo III de mulheres que praticam outro tipo de exercício físico. Não foi encontrada diferença estatisticamente significativa quando comparados os grupos, mas através da analise das médias percebeu-se que o Método Pilates assim como a pratica de atividade física influenciam na força do assoalho pélvico, podendo ser usados como forma de prevenção para o aparecimento de disfunções dessa musculatura. Atualmente a fisioterapia uroginecológica usa como forma de tratamento reconstituir a função normal do AP, nesse sentido diversos estudos comprovam a eficiência do fortalecimento do AP e indicam que o método Pilates trás muitos benefícios à saúde sendo um destes o aumento da força do AP. Assim, o Método Pilates poderá ser utilizado para o fortalecimento da musculatura perineal como forma de prevenção para o aparecimento de disfunções.

Saiba mais clicando AQUI.